Como melhorar sua estratégia de marketing com Buyer Personas

  20/Ago

Ter o domínio e entendimento sobre quem é o seu público e o que ele quer é requisito fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Porém, muitas vezes informações como idade, classe social, gênero e profissão não são suficientes para nortear um trabalho eficiente do departamento de marketing. Nesse sentido, as Buyer Personas trazem muitos benefícios para as estratégias de comunicação de sua empresa. Elas ajudam a definir, por exemplo, quais conteúdos sua empresa precisa produzir, com que linguagem, seguindo qual estilo e a formatação. Ela vai trazer insights e nortear a comunicação da marca em todos os pontos de contato com o seu consumidor.

  Como definição fundamental, Buyer Personas são personagens fictícias que representam o público ideal de sua empresa. Esse cliente vai ser classificado por sua idade, sexo profissão, faixa de renda, mas principalmente pelos seus hábitos de consumo e preferências pessoais. Hoje é possível identificar com mais facilidade, através de todos os registros que o usuário deixa na rede, o que uma pessoa gosta, aonde ela vai, o que curte e o que compartilha e o que reprova. Nesse sentido, os trabalhos de marketing ganharam uma projeção que antes não era vista: a possibilidade de fazer uma real imersão sobre o que pensa e como vive seu cliente.

O que você deve saber sobre sua persona?

                Se você já tem uma base de clientes, essa é uma boa forma de começar a pensar nessa persona, mesmo que exista um grupo diverso de pessoas que consumam seu produto, alguns deles tendem a exemplificar a sua persona. Ah! Não se esqueça de considerar também os clientes insatisfeitos. Estes clientes trazem insights importantes sobre a percepção de seu produto bem como os desafios que a sua persona enfrenta.  Uma boa maneira de começar a descobrir seu consumidor típico é fazendo as seguintes perguntas:

1)      Quem é o seu cliente? (características físicas e psicológicas)

2)      Quais são suas atividades mais comuns?( Pessoalmente e profissionalmente)

3)      Qual seu nível de instrução?

4)      Quais são seus desafios e obstáculos? (principalmente no que tange à área de atuação da sua empresa)

5)      Quem influencia suas decisões?

6)      Qual tipo de assunto interessaria a ele sobre o ramo da sua empresa?

7)      Quais os tipos de informações ele consome e em quais veículos?

8)      Em quais redes sociais ele está presente?

9)      Quais são suas responsabilidades?

10)   O que significa ser bem sucedido para ele?

11)   Como ele chegou onde está em sua carreira até hoje?

 

É importante buscar respostas que estejam relacionadas com o dia a dia dessa pessoa e nos assuntos que ela pode ser interessada em saber. Assim, será possível entender como o seu produto resolve os desafios da sua vida e como explorar essa relação na sua comunicação.  Após esta primeira avaliação, você terá dados brutos que vão auxiliar na criação de sua buyer persona. Segue o exemplo de uma buyer persona elaborado pela ferramenta de geração de personas da agência Rock Content:


Imagem


Netnografia

Para compreender os aspectos do público virtual, foi preciso estabelecer uma técnica bem específica das pesquisas de marketing, que realmente fosse eficaz na hora de apontar o comportamento virtual dos consumidores e também levasse em conta os diversos fenômenos sociais que acontecem na rede. Desta forma, a netnografia, uma etnografia feita no ambiente online surge como uma técnica de pesquisa antropológica utilizada pelo marketing para filtrar dados e interações que acontecem na rede, buscando desenhar intenções de mercado e de consumo.

Conforme a necessidade de cada empresa, utilizam-se diversos recursos, entre eles ferramentas de monitoramento do ambiente digital, indicadores de consumo, análise de códigos de cada grupo digital entre outros. É o marketing se transformando cada vez mais em gráficos e algoritmos. Esta é uma técnica ainda recente no Brasil

Mas quando seria o momento ideal para minha empresa investir nesse tipo de pesquisa? Por ser uma pesquisa qualitativa, uma pesquisa netnográfica faz um levantamento e a compreensão de dados que geram importantes insights. Uma pesquisa netnográfica pode ser menos custosa que um trabalho de etnografia em marketing, pois leva em consideração só o ambiente digital.

Esse foi o nosso post sobre as buyers personas. Fizemos este conteúdo também sobre Como fazer o planejamento de comunicação de sua instituição de ensino, caso seja útil para você. Qualquer consideração, dúvidas e sugestões, basta escrever na parte de comentários, aí embaixo. Até o próximo post =)