Como fazer um site de candidato para a campanha eleitoral

  20/Mai

Nós já falamos em vários posts aqui do #OnMarketing (confira os links no final dessa matéria) sobre como a internet será uma ferramenta decisiva para os  candidatos nas eleições 2016. E a principal plataforma da campanha online é o site do candidato. Ele é a base de todos os conteúdos produzidos e divulgados e funcionará como berço de todas as informações que os eleitores procuram. No post de hoje, vamos mostrar a anatomia ideal de um site eleitoral, com todas as seções e funcionalidades indispensáveis para o sucesso na campanha.

Principais Seções

O website de um candidato funciona como sua plataforma eleitoral online, por isso deve ser o mais completo possível, trazendo todas as informações institucionais pertinentes, as propostas e ideias do pleiteante, novidades e o dia a dia da campanha. Veja abaixo as seções indispensáveis:

  • - Homepage
  • - Trajetória do Candidato
  • - Projetos e Realizações
  • - Propostas e Plano de Governo (se for o caso)
  • - Agenda
  • - Notícias
  • - Galeria de Fotos
  • - Galeria de Vídeos
  • - Área de Imprensa
  • - Download de Material

A galeria de fotos e vídeos e a área de notícia são importantíssimas. São duas peças-chave para trabalhar a diversidade de formatos, como já explicamos em outros posts sobre produção de material para a campanha

Mobilização

A mobilização é o principal objetivo de qualquer candidato. Especialmente na internet, a influência dos amigos tem um grande peso na decisão do voto. Por isso, cada página deve ser pensada para gerar compartilhamento e engajamento dos eleitores. Isso significa investir em:

  • - Botões de compartilhamento nas redes sociais em todos os conteúdos do site.
  • - Disponibilizar material de campanha para que os eleitores baixem e divulguem o candidato, como santinhos, imagem de perfil, logo, papel de parede, adesivos, jingles etc.
  • - Formulários para coleta de informações e contatos dos eleitores
  • - Área de Imprensa: mantê-la atualizada com releases e fotos é essencial para o bom relacionamento com os jornalistas e aumenta suas possibilidades de divulgação espontânea.

E-dica! Uma ótima estratégia para mobilizar o eleitorado é fornecer um local onde os eleitores possam transformar automaticamente sua foto de perfil no Facebook em uma foto personalizada com nome e número do candidato. Além da divulgação para todos os amigos do eleitor, o sistema ainda pode coletar o e-mail do usuário para comunicação futura.

Personalizar o avatar do perfil das redes sociais com o nome e número do candidato é uma excelente estratégia de mobilização!
Personalizar o avatar do perfil das redes sociais com o nome e número do candidato é uma excelente estratégia de mobilização!

Responsividade 

Segundo pesquisa divulgada na revista Exame em 2015, quase 70 milhões de brasileiros utilizam smartphones para acessar a internet. Portanto, o candidato precisa de um site que seja adequado ao tamanho das telas do celular, ou seja, o site precisa ser responsivo. Além da adequação e conforto para o leitor, a responsividade se tornou, desde 2015, fator essencial para o ranqueamento nas pesquisas do Google. Pensando em melhorar a experiência do usuário, a maior plataforma de buscas do mundo passou a excluir os sites não responsivos dos resultados das pesquisas feitas em smartphones.

A responsividade permite um alto desempenho do seu site em todos os displays
A responsividade permite um alto desempenho do seu site em todos os displays

Área Administrativa

A equipe que trabalhará na campanha atualizando as informações do site também precisa de agilidade e eficiência. Por isso, a área administrativa onde são postadas as notícias, informações, fotos e etc. precisa ser bastante didática e fácil de usar. Assim, com um treinamento breve a equipe domina a plataforma para a criação, edição e exclusão de conteúdo com facilidade. 

Análise de Dados

Outro ponto extremamente relevante em uma campanha eleitoral é conseguir medir rapidamente o resultado dos esforços em marketing digital. Por isso é ideal que o site ofereça uma área de dados onde a equipe possa acompanhar o comportamento do usuário. Nesse sentido, alguns dados interessantes pra ficar de olho são:

  • - Total de acessos ao site
  • - Páginas mais visitadas
  • - Artigos mais compartilhados
  • - Tempo de permanência no site
  • - Fontes de acesso (de onde os visitantes estão vindo – redes sociais, Google, etc.)
  • - Locais de acesso (em quais cidades moram as pessoas que estão acessando o site)

Soluções prontas na web

O desenvolvimento de uma plataforma com toda essa estrutura demanda conhecimento em TI dentro da equipe da campanha e um grande tempo de execução. Para facilitar o trabalho do time de marketing e ganhar agilidade no lançamento do site, o Grupo Emídia desenvolveu o PDC – Portal do Candidato. Uma plataforma pronta que possibilita aos candidatos criar em poucos passos um site eleitoral com todas as áreas e funcionalidades abordadas nesse post, com opções de customização de cores e layout. O Portal do Candidato elimina as etapas mais trabalhosas da produção do site, dando autonomia e agilidade à equipe de marketing e conteúdo para produzir e publicar o material de acordo com o seu planejamento.

Para saber mais sobre o PDC clique aqui e conheça as funcionalidades, os benefícios e os diferenciais do portal! 

Imagem

Veja também:

Eleições 2016: como criar e gerenciar fanpages de candidatos

Quais as regras para campanha eleitoral na internet em 2016?

Como e porque usar personas para atingir seu eleitor em 2016

6 passos para um blog de sucesso na campanha eleitoral